Grupo CERATIZIT
Contact
  • EM BOA CONSCIÊNCIA

    Política da cadeia de suprimentos

     

    As práticas éticas de negócios que exigimos de nossos funcionários em nosso próprio Código de conduta também se aplicam a nossas ações como um grupo de empresas. Um de nossos princípios fundamentais é o respeito aos direitos humanos na aquisição de nossas matérias-primas.  Por isso, implementamos uma política da cadeia de suprimentos que nos ajuda a reduzir o potencial impacto social negativo da nossa base de suprimentos.

    Compra responsável de matérias-primas

    Os minerais de conflito

    Os minerais de conflito são matérias-primas extraídas em condições de conflito violento na República Democrática do Congo e contrabandeadas através de países de terceiro mundo. Dois desses minerais são tungstênio e cobalto, dos quais o metal duro é produzido. Outras matérias-primas procuradas são tântalo, estanho e ouro.

     

    Verificação rigorosa dos fornecedores

    A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA emite diretrizes claras para as empresas no que diz respeito à obrigação de fornecer evidências de matérias-primas sem conflito. Essas diretrizes se aplicam a toda a cadeia de suprimentos. Junto com outros processadores de tungstênio, a CERATIZIT fundou o grupo de trabalho TI-CMC (Conselho de Minerais de Conflito da Indústria de Tungstênio). O grupo desenvolveu uma abordagem padronizada para permitir verificar a conformidade dos trabalhos de fundição com as diretrizes.

     

    Parceiros de negócios selecionados

    O TI-CMC colabora com organizações de outros setores, como o RMI (Responsible Minerals Initiative), para cobrir outros minerais além do tungstênio, como cobalto, tântalo, estanho e ouro. O resultado deste trabalho é uma lista de empresas confiáveis​que atendem a todos os requisitos de conformidade. A CERATIZIT confia nas relações comerciais com os membros da RMI já classificadas como trabalhos de fundição "sem conflito" ou que estão em processo de verificação.

    Para mais informações, visite os seguintes sites:

    • www.ti-cmc.org
    • www.responsiblemineralsinitiative.org

     

    Envie suas perguntas ou solicitações adicionais sobre o gerenciamento de minerais de conflito